QUARTETO AUNER

cordas

A. V. Zemlinsky (1871-1942)

Quarteto de Cordas n. 1, op. 4 (1896)

Allegro con fuoco

Allegretto

Breit und kräftig

Vivace e con fuoco

 

L. V. Beethoven (1770-1827)

Quarteto n. 9, em dó maior, Op. 59 n. 3 “Rasumovsky” (1806)

Introduzione. Andante con moto - Allegro vivace

Andante con moto quasi Allegretto

Minuet. Grazioso - Trio

Allegro molto

12H30  l  quarta-feira  l  29 de Julho

Quarteto Auner 1 SIM Julho.jpg

Formado em 2013, o Quarteto Auner é integrado por quatro jovens de origem distinta – Áustria, Brasil, Rússia e Bielorússia – que compartilharam a mesma formação musical e valorizam a diversidade de suas heranças culturais como vocação para transmitir através da música uma experiência espontânea e original.

 

O grupo apresentando-se mensalmente no salão barroco da antiga Câmara Municipal de Viena, hoje conhecida como Bank Austria Kultursalon, e procura explorar não apenas o extenso repertório desta formação, mas também desenvolver sua própria voz.

 

Nomes como Johannes Meissl, Günter Pichler, Hatto Beyerle e Petr Prause – na Academia de Música de Câmara Europeia – Alasdair Tait (Belcea Quartet), Geoffrey Nuttall e Lesley Robertson (St. Lawrence String Quartet, EUA) completaram sua qualificação.

 

O Quarteto Auner, integrado pelos violinistas Daniel e Barbara Auner, o violista Nikita Gerkusov e o violoncelista Konstantin Zelenin, já se apresentou em importantes salas e festivais, dentre eles: Musikverein, Konzerthaus Wien, Schubertiade Schloss Atzenbrugg, Schlosskonzerte Walpersdorf, Festival Allegro Vivo, MuTh, Museu Albertina, Schlosskonzerte, Sommerkonzerte Wienerwald (Áustria); Festival MozArt (Suíça); Universidade de Údine (Itália); Bing Concert Hall (Stanford, EUA); Centro Cultural da ADUnB (Brasília) Fundação Eva Klabin (Rio de Janeiro); Celebração de 150 anos da embaixada da Áustria em Londres; Salonkonzerte (Budapeste); Festival Internacional de Música de Câmara (Polotsk, Bielorrússia); Festival de Música de Istambul; Gauteng Chamber Music Festival (Pretória).

 

O grupo realiza masterclasses e apresentações para jovens músicos ao redor do mundo, muitas vezes em colaboração com o Ministério de Relações Exteriores da Áustria.


Seus dois álbuns gravados ao vivo, “Mozart e Mendelssohn”, e “Schubert e Villa-Lobos” foram apresentados em todas as estações de rádio clássicas austríacas e estão digitalmente ligados a novas plataformas de streaming de música clássica como “idagio” em Berlim.


Em sua discografia há ainda um CD em parceria com o clarinetista Simon Reitmaier, com quintetos para clarinete e quarteto de cordas de Mozart, Reger e Leitner, que foi altamente elogiado pela crítica e lançado pelo selo Gramola, em fevereiro de 2018. Uma nova gravação com quartetos de cordas de Egon Wellesz, Alexander von Zemlinsky e Anton von Webern será lançada na primavera de 2020.

 

Em 2018 o quarteto ganhou o grande prêmio de musica de câmara do Concurso Internacional de Música Ysaye, em Liège, Bélgica.

 

O Quarteto Auner tem como parceiro o fabricante de cordas Thomastik Infeld e contribui de perto para o refinamento de seus excelentes produtos. Daniel Auner toca no famoso instrumento “Elia”, do luthier Giovanni Battista Guadanini, e o violista Nikita, em um Giovanni Paolo Maggini, dois empréstimos generosos da coleção do Banco Nacional da Áustria.