PHILIPP SCHEUCHER piano

I. STRAVINSKY (1882-1971)

Três movimentos de Petrouchka (1911) 

   Danse Russe


   Chez Pétrouchka 

   La semaine grasse

 

Z. ERFURT (1907 – 1990)

Sonata quasi fantasia op. 15

 

M. MUSSORGSKY (1839-1881)

Quadros de uma Exposição (1874)

   Promenade

   Gnomos


   Promenade


   Castelo Medieval


   Promenade


   Tulherias


   Bydlo (Carro de Bois)


   Promenade


   Balé dos Pintinhos em suas Cascas de Ovos

   Samuel Goldenberg et Schmuyle

   Promenade


   Mercado em Limoges


   Catacombae, Sepulcrum Romanum


   Cum Mortuis in Língua Mortua


   A Cabana de Baba-Yaga sobre Patas de Galinha


   A Grande Porta de Kiev

12H30  l  quarta-feira  l  10 de Abril

PHILIPP SCHEUCHER nasceu em Graz em 1993. Iniciou seus estudos musicais aos cinco anos e seu extraordinário talento musical o levou a Maria Zgubic na Universidade de Música e Artes Cênicas de Graz. Desde 2008 é aluno de Markus Schirmer, com quem se apresentou, aos doze anos de idade, no Musikverein.

Venceu o concurso Prima La Musica cinco vezes e vários outros prêmios se seguiram: Münchner Klavierpodium, Zlatko Grgošević em Zagreb, Concurso Ricard Viñes em Lleida, Espanha.

Apresenta-se regularmente nas salas de concerto mais importantes da Europa, como a Musikverein de Viena, Gewandhaus de Leipzig, a Herkules-Saal de Munique e o Konzerthaus de Berlin. Seus concertos o levaram à Alemanha, França, Itália, Espanha, Dinamarca, Polônia, Croácia, Hungria e República Tcheca. Igualmente importantes são suas atuações com a Filarmônica de Graz, com Dirk Kaftan, Grande Orquestra de Graz, com Michael Hofstetter, Filarmônica K & K, Sinfônica de Aarhus e Filarmônica de Johanesburgo.

Durante os últimos anos, ganhou três primeiros prêmios em prestigiados concursos internacionais: Colônia, na Alemanha, Aarhus na Dinamarca e Vila de Xàbia, na Espanha. Suas últimas conquistas são o segundo prêmio no 13º Concurso Internacional de Piano UNISA, em Pretória, África do Sul e não menos que seis prêmios na Pianale Academy, na Alemanha, no verão de 2017. Neste mesmo ano teve seu recital de estreia nos EUA e foi selecionado como um dos 30 pianistas para participar do Concurso Van Cliburn.